O presidente Nicolas Maduro, com o apoio do povo e das Forças Armadas, venceu, esta semana, um vagalhão de violência e pressões internacionais que desabou sobre a Venezuela. Com isso, ele parece ter garantido a realização da Assembleia Constituinte, para este domingo, 30/07/2017, destinada a dar um novo rumo ao país.

Conduzida pela mídia, a CIA, a OEA, Mercosul, este agora dominado por Temer e Macri, mas tendo em seus calcanhares o Uruguai de Tabaré Vásquez, esta arremetida já produziu, só nos últimos 115 dias: 110 mortos, dos quais 29 queimados vivos, 1500 feridos, 1.000 prisões, incêndios ao Supremo Tribunal Federal, a universidades, centros maternais infantis, ônibus, caminhões de abastecimento e trancamento das principais ruas.

Na sexta-feira, toda esta ofensiva tinha sido domada, inclusive duas greves gerais e uma “tomada de Caracas” que ficaram só na vontade dos conspiradores (Edição semanal. Gravada em 28/07/2017).

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns ao jornalista Leite Filho titular deste excelente blog que passa a ser para mim referência de notícias confiáveis sobre a Venezuela. Desde já passo a divulga-lo entre os amigos. Viva a Venezuela livre dos falsos democratas.

DEIXE UMA RESPOSTA