O noticiário está sendo sacudido pelos distúrbios de rua na Venezuela. Trata-se de uma aparente arremetida para derrubar o governo Nicolás Maduro ou preparar um cenário de guerra civil que justifique uma intervenção estrangeira. Por outro lado, o presidente resiste, estoicamente, há quatro anos, a uma guerra econômica que priva os venezuelanos inclusive de alguns produtos básicos de higiene e de alimentação. Maduro vai se sustentar?

Esta é a pergunta que fizemos ao jornalista Beto Almeida, que há mais de 30 anos percorre a região, inclusive o Equador, onde houve eleições, com a vitória dos progressistas, a primeira depois da virada neoliberal que assolou a Argentina e o Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA